Uma Banana na Feira de Vaidades

 

Em primeiro lugar deixem-me tentar explicar o que é o festival Art Basel ,que se realize todos os anos por altura da quadra festiva do Natal em Miami.

Já tinha tido a oportunidade de apreciar, há alguns  anos atrás ,peças arte em exibição em galerias na área de South Beach .

 Francamente não fiquei impressionado com obras patentes nessas  amostras de chamada “arte contemporânea” .

Na qualidade de despretensioso apreciador de arte, pensei deste que tive o primeiro contacto com este certame internacional ,que se tratava dum espécie de clássica fábula do  “rei vai nú” ,onde o pedantismo se dilui num misto de ostentação e embuste.

Quanta vezes nos deparamos com uma mistura mal amanhada de traços  e cores ,que não percebemos do se que trata ,mas  que os críticos consideram a mais apurada arte abstrata e que em leiloes batem recordes de preços …

Contudo desta vez o cúmulo do embuste chegou aos píncaros do grotesco.

Uma banana com uma fita cola metálica, presa a uma parede ,acabou ora ser arrematada por um endinheirado por mais de cento e vinte mil dólares.

Em seguida chega um artista que come a banana ,perante espanto geral de publico e jornalistas …

Quer a caricata obra de arte , quer o gesto extravagante da sua aquisição , quer o comediante que comeu a banana tudo constitui um golpe publicitário para chamar a atenção para o certame e para o tipo de personagens que frequentam anualmente o Art Basel de Miami.

Deu-se a coincidência que estava na Avenida Collins, a caminho do hotel Fontainebleau ,a escassas centenas de metros dos museu onde se verificou o laureado evento artístico .

Fui  apanhado num colossal engarrafamento de trafego ,numa das vias de acesso ao festival Art Basel ,o que confirma que este eventos mobilizam milhares de participantes ,na sua maioria desconhecidos á procura de uma oportunidade de aparecer  na ribalta destes mundanos acontecimentos .

Deste vez foi uma simples banana o truque para chamar as atenções de quase todo o mundo para um feira de banalidades e vaidades ,que tanta gente mobiliza neste altura do ano para a baixa de Miami.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *